Folha Espirita online http://www.folhaespirita.com.br/v2 46 anos pt-br Edição outubro de 2020 http://www.folhaespirita.com.br/v2/node/778 <p><a href="https://pt.calameo.com/read/000143697967844edabe6" target="blank"><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/capinhas/capa-10-20.jpg" width="400" alt="FE de outubro 2020" title="FE outubro 2020" align="left" style="margin: 15px 15px 5px 0px" /></a><br /> <b>DESTAQUES DESSA EDIÇÃO</b></p> <ul> <img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Casas espíritas durante e pós-pandemia. O que esperar? <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Folha Espírita agora também em PodCast</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Um médico e um obrigado</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> A música e a melhora na qualidade de vida</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Os modelos do átomo</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> O princípio da lei do esforço</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Kardec, discípulo do Cristo</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> A Doutrina e a nossa moral</p> </ul> <p><br /><br /> Clique na imagem ao lado para ler.</p> <p>O acesso é livre a todos os visitantes do site.<br /> <br /><br /> <br /><br /> <br /><br /> <br /></p> <p><b>EDITORIAL</b></p> <p><b>Um dos mais lúcidos discípulos do Cristo</b></p> <div align="justify"> Em 3 de outubro, celebramos 216 anos do nascimento do professor lionês Hippolyte Léon Denizard Rivail, imortalizado como Allan Kardec. Debruçarmo-nos sobre a obra do codificador em um ano como 2020 é realmente consolador. Ao lermos páginas escritas há 163 anos (data de lançamento de <i>O livro dos Espíritos</i>), percebemos o quanto são atuais e que por trás de cada linha grafada existe uma mensagem eterna e um convite para as transformações pelas quais estamos passando enquanto humanidade. <p>A construção do pensamento racional com objetivos filosóficos que encontram no progresso moral sua destinação é algo fascinante. Temos em nossas mãos uma obra que rompe e continuará a romper séculos e mais séculos, pois traduz uma verdadeira mensagem de amor.</p> <p>A importância da tarefa de Kardec ficou muito bem explícita nas obras de Emmanuel, em <i>A Caminho da Luz</i>, cap.XXII – “Revolução Francesa”, e de Humberto de Campos, em Cartas e Crônicas, cap. XXVIII – “Kardec e Napoleão”.</p> <p>O mentor espiritual de nosso Chico Xavier nos relata assim sobre a volta de Kardec: “Aproximavam-se os tempos em que Jesus deveria enviar ao mundo o Consolador, de acordo com as suas auspiciosas promessas. Apelos ardentes são dirigidos ao Divino Mestre, pelos gênios tutelares dos povos terrestres. Assembleias numerosas se reúnem e confraternizam nos espaços, nas esferas mais próximas da Terra. Um dos mais lúcidos discípulos do Cristo baixa ao planeta, compenetrado de sua missão consoladora, e, dois meses antes de Napoleão Bonaparte sagrar-se imperador, obrigando o papa Pio VII a coroá-lo na igreja de Notre Dame, em Paris, nascia Allan Kardec, com a sagrada missão de abrir caminho ao Espiritismo, a grande voz do Consolador prometido ao mundo pela misericórdia de Jesus Cristo”.</p> <p>Já o renomado escritor nos informa sobre uma reunião que acontecera no final do século XVIII, precisamente em 31 de dezembro de 1799, contando com a presença de grandes sábios como Sócrates, Platão, Aristóteles, São Vicente de Paulo, Santo Agostinho, Galileu, Pascal, entre outros, acompanhada também por Espíritos encarnados que, desligados do corpo, assistidos por outros Espíritos, também compareceram. Chamou a atenção a presença de Napoleão, que, em determinado momento, ajoelha-se diante de um Espírito que contava com muito respeito de todos, e Humberto de Campos relata o momento em que Kardec erguera o Napoleão, e todos ouvem o anúncio do retorno do emissário às lides terrenas: “O celeste emissário, sorrindo com naturalidade, ergueu-o, de pronto, e procurava abraçá-lo, quando o Céu pareceu abrir-se diante de todos, e uma voz enérgica e doce, forte como a ventania e veludosa como a ignorada melodia da fonte, exclamou para o Napoleão, que parecia eletrizado de pavor e júbilo, ao mesmo tempo: – Irmão e amigo ouve a verdade, que te fala em meu Espírito! Eis-te à frente do apóstolo da fé, que, sob a égide do Cristo, descerrará para a Terra atormentada um novo ciclo de conhecimento [...]”.</p> <p>Temos, assim, dois momentos de singela beleza, nas quais podemos observar nas descrições de Emmanuel e Humberto de Campos toda a preparação na Espiritualidade para o retorno de Kardec, que regressara para cumprir o papel de apresentar à humanidade o Consolador Prometido, que tanto nos fala ao coração, principalmente nos dias de hoje. </p></div> Wed, 07 Oct 2020 21:35:47 +0000 Editor 778 at http://www.folhaespirita.com.br/v2 Edição setembro de 2020 http://www.folhaespirita.com.br/v2/node/777 <p><a href="https://pt.calameo.com/read/0001436976a59d515d040" target="blank"><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/capinhas/capa-09-20.jpg" width="400" alt="FE de setembro 2020" title="FE setembro 2020" align="left" style="margin: 15px 15px 5px 0px" /></a><br /> <b>DESTAQUES DESSA EDIÇÃO</b></p> <ul> <img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Lições da pandemia: uma visão de 2050, por Fritjof Capra <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Universidade lança portal inédito com manuscritos de Kardec</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> A energia sexual na obra espírita: escolhas e consequências</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Seremos melhores pós-pandemia</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Uma oração substitui o abraço!</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Processos obsessivos na relação médico-paciente</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Aborto: as duas vidas importam</p> </ul> <p><br /><br /> Clique na imagem ao lado para ler.</p> <p>O acesso é livre a todos os visitantes do site.<br /> <br /><br /> <br /><br /> <br /></p> <p><b>EDITORIAL</b></p> <p><b>“Seremos melhores pós-pandemia”</b></p> <div align="justify"> Esta afirmação se faz presente para mais de 73% de brasileiros entrevistados em pesquisa realizada pelo Datafolha em agosto. Quando perguntada se “depois da pandemia você vai se tornar uma pessoa melhor, igual ou pior do que era antes”?, a grande maioria dos mais de 2 mil brasileiros entrevistados respondeu enfaticamente que acreditava que seriam melhores. <p>Uma das entrevistadas, a fisioterapeuta respiratória Raquel Vasques Escobar, declarou: “Estávamos vivendo de uma forma muito automatizada”. E reforçou, em matéria publicada na Folha de S.Paulo, sobre a pesquisa: “Viver em uma situação em que você não tem controle te convida a olhar para isso. O caos gera mudanças”. </p> <p>No capítulo III de <i>O Evangelho Segundo o Espiritismo</i>, no item 19, encontramos uma bela passagem assinada por Santo Agostinho, que nos esclarece, ao falar da Progressão dos Mundos, que a evolução acontece de forma constante e que “quem pudesse acompanhar um mundo em suas diferentes fases, desde o instante em que se aglomeraram os primeiros átomos destinados e constituí-lo, vê-lo-ia a percorrer uma escala incessantemente progressiva, mas de degraus imperceptíveis para cada geração, e a oferecer aos seus habitantes uma morada cada vez mais agradável, à medida que eles próprios avançam na senda do progresso.”</p> <p>Será que não estamos realmente diante de um destes degraus? É sabido e reportado em nossa história que grandes saltos tecnológicos da humanidade acontecem após um momento de muito sofrimento e necessidade. Não há dúvidas que o momento no qual vivemos também entrará para as páginas dos livros como um momento de descobertas e mudanças na ciência, haja visto a corrida de pesquisas em busca da vacina contra o novo coronavírus. Mas, estamos diante de mudanças mais profundas, capazes de tocar de forma única cada ser. Um despertar para uma consciência de nossa responsabilidade de como impactamos a vida de nossos semelhantes, de nosso planeta.</p> <p>Em todo canto, as mudanças sinalizadas para um “novo normal” acenam para valores novos, comportamentos menos centrados no personalismo, uma valorização mais acentuada da vida e de tudo que a cerca. Citamos na introdução à matéria do físico Fritjof Capra, uma resposta de Chico Xavier no livro <i>Plantão de Respostas</i> – vol. II, quando perguntado: O que a Doutrina Espírita pode dizer a respeito do fim dos tempos, isto é, como ocorrerá a transformação do planeta em planeta de provas e expiações para o de regeneração? E responde: “através da busca da espiritualização, superação das dores e construção de uma nova sociedade, a humanidade caminha para a regeneração das consciências. Emmanuel afirma que a Terra será um mundo regenerado por volta de 2057. Cabe, a cada um, longa e árdua tarefa de ascensão. Trabalho e amor ao próximo com Jesus, este é o caminho”.</p> <p>Que o despertar de mais e mais “Raquel” possa acontecer, tendo como norte a ser seguido as escolhas por um mundo onde a fraternidade e a caridade possam ser as grandes alavancas para nosso progresso espiritual.</p> </div> Fri, 04 Sep 2020 12:48:39 +0000 Editor 777 at http://www.folhaespirita.com.br/v2 Edição agosto de 2020 http://www.folhaespirita.com.br/v2/node/776 <p><a href="https://pt.calameo.com/read/0001436977d1636948088" target="blank"><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/capinhas/capa-08-20.jpg" width="400" alt="FE de agosto 2020" title="FE agosto 2020" align="left" style="margin: 15px 15px 5px 0px" /></a><br /> <b>DESTAQUES DESSA EDIÇÃO</b></p> <ul> <img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Reabertura da casa espírita. Já é hora? <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Pandemia: Prevenção e posvenção do suicídio e acolhimento</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Pandemia: Enlouquecimento ou confusão mental?</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Pandemia: Editoras aderem ao <i>e-book</i></p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Transformação na prática clínica</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Empatia como agente transformador</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Viver, dignamente, em sociedade</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> O que esperar da vida</p> </ul> <p><br /><br /> Clique na imagem ao lado para ler.</p> <p>O acesso é livre a todos os visitantes do site.<br /> <br /><br /> <br /></p> <p><b>EDITORIAL</b></p> <p><b>Em busca de vacinas. Para o mundo e nós mesmos.</b></p> <div align="justify"> Neste exato momento, no qual você, caro leitor, desfruta de mais uma edição da Folha Espírita, vimos ao redor do mundo centenas de pessoas trabalhando à exaustão, passando horas a fio em laboratórios, em uma corrida desenfreada pela viabilização da vacina contra a COVID-19. <p>Dos quatro cantos do mundo se tem notícias dos esforços empenhados para que rapidamente possa se encontrar a fórmula eficaz para nos imunizar contra o poderoso vírus que chacoalhou o mundo. Espera-se com grande ansiedade pela viabilização e produção em larga escala deste verdadeiro “antídoto” para a sociedade, aquele que vai proporcionar que a vida possa voltar ao “normal”. </p> <p>Ao refletirmos sobre o momento atual, inclusive nessa edição em que compartilhamos com os leitores assuntos de grande impacto, também causados pela pandemia, como por exemplo, o adoecimento mental e até mesmo a identificação do risco de aumentos expressivos nos casos de suicídio, que já têm despertado a atenção de inúmeros serviços para auxiliar na prevenção e posvenção do mesmo, vemos que outras chagas da humanidade eclodem em meio a tanta dor e sofrimento. Uma das mais sérias a se agravar em com taxas expressivas deverá ser o aumento da desigualdade no mundo, seguido da ampliação da fome em todo o planeta. </p> <p>Dados de uma pesquisa recente Oxfam, denominada O Vírus da Fome: como o coronavírus está aumentando a fome em um mundo faminto, nos mostram que estima-se o número de pessoas em situação de crise de fome para 270 milhões de pessoas em todo o mundo, um aumento de 82% em relação ao número registrado em 2019, e ainda a informação estarrecedora de que antes do final do ano, de 6,1 mil a 12,2 mil pessoas poderão estar morrendo de fome a cada dia, em decorrência dos impactos sociais e econômicos da pandemia. </p> <p>Outro relatório, também Oxfam, denominado Quem Paga a Conta? - Taxar a Riqueza para Enfrentar a Crise da Covid na América Latina e Caribe, na qual se pode observar que durante a pandemia 73 bilionários da América Latina e do Caribe aumentaram suas fortunas em 17%, o que equivale a US$ 48,2 bilhões, apenas durante a pandemia – de março a junho deste ano.</p> <p>Os estudos mostram de maneira contundente que a pandemia que impôs severas mudanças para todos também deverá nos impulsionar a buscarmos outras vacinas. Sim, vacinas para as doenças causadas pelo orgulho e pelo egoísmo, as maiores chagas da humanidade. E se hoje esperamos confiantes que cientistas detentores de tanto conhecimento possam ser intuídos para que a vacina possa ser descoberta, no caso dessas outras doenças não serão laboratórios superequipados, mentes brilhantes de eméritos doutores da ciência que poderão descobrir para nós. Mas essas vacinas devem nascer dentro de nós mesmos, cada qual com suas buscas, transformando-as em atos e comportamentos que um dia serão capazes de extirpar tanta desigualdade no mundo. Cerremos fileiras na certeza de que depende de cada um nós.</p> <p>Para quem quiser saber mais: <a href="https://d2v21prk53tg5m.cloudfront.net/wp-content/uploads/2020/07/Informe-Virus-da-Fome-embargado-FINAL-1.pdf" target="_blank">https://d2v21prk53tg5m.cloudfront.net/wp-content/uploads/2020/07/Informe-Virus-da-Fome-embargado-FINAL-1.pdf</a></p> </div> Wed, 05 Aug 2020 17:55:24 +0000 Editor 776 at http://www.folhaespirita.com.br/v2 Edição julho de 2020 http://www.folhaespirita.com.br/v2/node/775 <p><a href="https://pt.calameo.com/read/000143697fda427f28e4d" target="blank"><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/capinhas/capa-07-20.jpg" width="400" alt="FE de julho 2020" title="FE julho 2020" align="left" style="margin: 15px 15px 5px 0px" /></a><br /> <b>DESTAQUES DESSA EDIÇÃO</b></p> <ul> <img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Projeto cria rede solidária entre médicos <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Os jovens e a Doutrina</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Pandemia: quando vai acabar?</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Pesquisa sobre mediunidade</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Meditação e terapias espirituais em livros</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> A consulta, o toque e o despertar</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Racismo e Espiritismo</p> </ul> <p><br /><br /> Clique na imagem ao lado para ler.<br /> <br /><br /> O acesso é livre a todos os visitantes do site.<br /> <br /><br /> <br /><br /> <br /><br /> <br /></p> <p><b>EDITORIAL</b></p> <p><b>Quando vai acabar?</b></p> <div align="justify"> Antes da pandemia, muitos de nós, acostumados com a manutenção de uma rotina na qual nos sentíamos adaptados e, de certa forma, confortáveis, íamos levando a vida. Mudanças vieram, e agora a ruptura de uma realidade estabelecida nos faz pensar em um retorno àquela situação, a de vivenciarmos aqueles hábitos que estávamos acostumados, que pareciam nos preencher, mesmo que de forma vazia, mas que clamavam por mudanças. <p>E agora? O que fazer? Qual deve ser o desejo a nos mover diante de tantas incertezas? O avançar do tempo em uma situação tão adversa com certeza nos coloca perante uma pressão emocional e psíquica muito grande. Sentimos medo – de contrair o coronavírus, de perder o emprego, não conseguir encontrar trabalho, não pagar as contas e tantas outras coisas. São muitas as incertezas. Com isso, vamos caminhando a passos largos para tentar, de certa forma, resolver novos problemas, com as soluções antigas, aquelas que conhecemos.</p> <p>Muitos podem se refugiar no consolo abusivo do álcool e das drogas, se sentirem paralisados diante do incerto, parando de realizar e até viver. Outros podem ser impulsionados pelo sentimento de revolta. As reações podem ser as mais adversas possíveis, por isso é importante olharmos para a situação avaliando o amanhã, com base naquilo que estamos construindo hoje.</p> <p>O que temos feito para nós mesmos como conquistas que não vamos perder neste momento? Temos conseguido conviver com a situação de não ter tudo em nossas mãos e de compreender que é preciso abrir mão de um controle total da vida para podermos aceitar aquilo que as leis naturais nos impõem como ferramentas de burilamento e resgate?</p> <p>A maturidade espiritual que entendemos ser uma característica para avançarmos para o Mundo de Regeneração não irá brotar em nossas almas em detrimento do calendário que se aproxima do período de mudança. Essa maturidade é fruto de nossa mudança de atitude, de respostas para com a vida. Construindo novas formas de viver, seremos capazes de responder àquilo que não nos cabe mudar.</p> <p>Por que não mudarmos a pergunta “quando vai acabar” para “quando vamos começar? Começar a promover em nós as mudanças de comportamento necessárias para que possamos ver em nós o ser humano, o espírita, o cristão que queremos ser, compreendendo que as aflições de agora, quando bem vivenciadas, constroem nosso<br /> amanhã verdadeiramente feliz. </p> <p>Reflitamos...</p> </div> Fri, 03 Jul 2020 21:34:43 +0000 Editor 775 at http://www.folhaespirita.com.br/v2 Edição junho de 2020 http://www.folhaespirita.com.br/v2/node/774 <p><a href="https://pt.calameo.com/read/000143697ec329843ebf9" target="blank"><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/capinhas/capa-06-20.png" width="400" alt="FE de junho 2020" title="FE junho 2020" align="left" style="margin: 15px 15px 5px 0px" /></a><br /> <b>DESTAQUES DESSA EDIÇÃO</b></p> <ul> <img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Velhice: tempo de simplicidade e maior espiritualidade <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> AME-Brasil: 25 anos conectando Medicina e Espiritismo</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> O despertar da humanidade</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Morte e Espiritismo em tempos de coronavírus</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Espírito, perispírito e alma</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> O final de um plantão e a retomada de uma vida</p> </ul> <p><br /><br /> Clique na imagem ao lado para ler.<br /> <br /><br /> O acesso é livre a todos os visitantes do site.<br /> <br /><br /> <br /><br /> <br /><br /> <br /></p> <p><b>EDITORIAL</b></p> <p><b>Mais um golpe para o despertar da humanidade</b></p> <div align="justify"> O impacto causado pela Covid-19 ainda é imprevisível. O que se sabe é que feridas profundas, que demandarão mudanças reais em nossas vidas, em nossa forma de viver e nos trarão uma responsabilidade muito grande diante dos nossos semelhantes, nos convidarão a olhar de forma efetiva para aqueles que sofrem e ainda sofrerão. Não temos dúvidas de que uma das heranças da maior crise de saúde dos últimos 100 anos deverá ser uma total e escancarada observação sobre a forma hedonista, materialista e individualista que levávamos nossas vidas – e por que não dizer sobre o nosso comportamento para com a sociedade. Basta lembrar o quanto nossa forma de convívio no lar foi afetada, ao sermos obrigados a mudar a rotina com nossos parentes, o que era improvável pensar em um cotidiano que a vida fora do lar nos levava, maior que os momentos de interação doméstica. <p>Sem dúvida, são chegados os tempos em que as transformações que relegamos durante milênios clamam por urgência. Como um aluno que pretende passar para a série seguinte e precisa provar os seus conhecimentos em um exame de avaliação, somos convocados por nós mesmos a colocar à prova as transformações morais que se constituem como bases para o Mundo de Regeneração. E quando falamos sobre transformação moral, não há como enganar, não há como fazer de conta, não há como “colar” (copiar) do outro para respondermos ao nosso próprio testemunho.</p> <p>No fechamento desta edição, registramos com alegria, na matéria de capa, a importância de uma das mudanças comportamentais a que somos convidados a ter com nossos idosos. Por outro lado, nos entristeceu ver que no país mais rico do mundo eclodiu o grito abafado de uma sociedade que clama por igualdade racial, expondo para todos que também sofre e carrega as mesmas chagas de forma secular, entrepondo um relacionamento de fraternidade que deveria predominar nos quatro cantos do globo, por repetidas situações de descriminação, indiferença e exploração.</p> <p>As manifestações em solo americano decorrentes da morte do cidadão George Floyd, que evidencia claramente uma violência com bases racistas, nos convidam a uma reflexão profunda sobre a condição de igualdade e respeito, que deverão ser o único código de convivência para o Novo Mundo. Assim, como a eclosão das manifestações em solo americano, que, com certeza, deverão se expandir e se repetir pelo mundo, veremos ainda mais e mais chagas surgirem na superfície de nossa observação para serem encaradas pelo bálsamo do amor, do respeito e da caridade, que deverão nos curar. Sigamos confiantes e atentos para os sinais de renovação que urgem em nossa sociedade. Muita paz! </p></div> Sat, 06 Jun 2020 16:49:51 +0000 Editor 774 at http://www.folhaespirita.com.br/v2 Edição maio de 2020 http://www.folhaespirita.com.br/v2/node/773 <p><a href="https://pt.calameo.com/read/0001436978e7a06027c1d" target="blank"><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/capinhas/capa-05-20.jpg" width="400" alt="FE de maio 2020" title="FE maio 2020" align="left" style="margin: 15px 15px 5px 0px" /></a><br /> <b>DESTAQUES DESSA EDIÇÃO</b></p> <ul> <img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Coronavírus: uma reflexão com base em Kardec e o olhar médico-espírita <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Na trilha de um mundo melhor</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> O indígena sob a ótica espírita</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Crianças na quarentena</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> O verdadeiro seguidor do Cristo</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Espírito, perispírito e alma</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Arigó em breve nos cinemas</p> </ul> <p><br /><br /> Clique na imagem ao lado para ler.<br /> <br /><br /> O acesso é livre a todos os visitantes do site.<br /> <br /><br /> <br /><br /> <br /><br /> <br /></p> <p><b>EDITORIAL</b></p> <p><b>A caminho de um mundo melhor</b></p> <div align="justify"> A máxima “fora da caridade não há salvação” exprime a força e presença do Cristianismo puro na Doutrina Espírita. Conforme o capítulo XV de O Evangelho segundo o Espiritismo, toda a moral de Jesus se resume nestas duas palavras: caridade e humildade. E o que o momento atual teria a ver com sentimentos tão sublimes? <p>Neste momento de pandemia, com a Covid- 19, todos temos tido a oportunidade de exercitar os nossos impulsos de caridade, sejam eles por meio da prece, dos pensamentos ou de ações. Observa-se que pessoas, organizações e empresas têm se mobilizado ao redor do planeta, doando dinheiro, recursos e todo o tipo de auxílio para sustentar as camadas mais pobres da população, impossibilitada de garantir a sua própria subsistência, além de materiais e equipamentos de proteção para profissionais da área da saúde, que agora se encontram diante do enorme desafio de arriscar suas próprias vidas em favor dos milhões de cidadãos contaminados. O sentimento de união surge com força em toda a parte, pois há uma consciência de que estamos todos na mesma “tempestade”, e não basta salvar a si mesmo sem estender a mão para o semelhante.</p> <p>Encontramos no capítulo XVIII de A Gênese, de Allan Kardec, livro publicado em 1868, a seguinte reflexão, que nos ajuda a compreender o momento atual: “Até aqui, a humanidade tem realizado incontestáveis progressos. Os homens, com a sua inteligência, chegaram a resultados que jamais haviam alcançado, sob o ponto de vista das ciências, das artes e do bem-estar material. Resta-lhes, ainda, um imenso progresso a realizar: fazerem que reinem entre si a caridade, a fraternidade e a solidariedade, que lhes assegurem o bem-estar moral. [...] O homem já não necessita somente de desenvolver a inteligência, mas de elevar o sentimento; para isso, faz-se preciso destruir tudo o que superexcite nele o egoísmo e o orgulho”.</p> <p>Não seria justamente a pandemia uma oportunidade bendita para nos sentirmos irmãos em humanidade, uns dos outros? Não seria esta a ocasião certa para operarmos a revolução moral que tanto almejamos? A pandemia que, para alguns, parece ser uma verdadeira tragédia que vem atrapalhando vidas, negócios e causando estragos na economia mundial, pode ser vista por outra perspectiva, mais profunda e renovadora.</p> <p>Continuamos em A Gênese: “É o que se nota quase sempre depois dos grandes choques que dizimam as populações. Os flagelos destruidores apenas destroem corpos, não atingem o Espírito; ativam o movimento de vaivém entre o mundo corpóreo e o mundo espiritual e, por conseguinte, o movimento progressivo dos Espíritos encarnados e desencarnados. É de notar-se que, em todas as épocas da história, as grandes crises sociais foram seguidas de uma era de progresso. Opera-se presentemente um desses movimentos gerais, destinados a realizar uma remodelação da humanidade”.</p> <p>Fica aqui o convite para que aproveitemos o momento atual colocando em prática os nossos valores cristãos com ainda mais determinação, fé e amor. É hora de entendermos que, ao renovarmos o nosso íntimo, buscando dar o nosso melhor em tudo o que fizermos, buscando na caridade, na humildade e no amor ativo o nosso caminho, estaremos criando, por consequência, possibilidades de paz e harmonia em nosso planeta nesta nova etapa que se inicia.<br /> Sigamos confiantes! </p></div> Wed, 06 May 2020 14:27:21 +0000 Editor 773 at http://www.folhaespirita.com.br/v2 Comunicado http://www.folhaespirita.com.br/v2/node/771 <p><img src="http://folhaespirita.com.br/v2/imgs/aviso.jpg" width="610" /></p> Tue, 07 Apr 2020 00:31:06 +0000 Editor 771 at http://www.folhaespirita.com.br/v2 Edição abril de 2020 http://www.folhaespirita.com.br/v2/node/770 <p><a href="https://pt.calameo.com/read/00014369783a40363d685" target="blank"><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/capinhas/04-20.jpg" width="400" alt="FE de abril 2020" title="FE abril 2020" align="left" style="margin: 15px 15px 5px 0px" /></a><br /> <b>DESTAQUES DESSA EDIÇÃO</b></p> <ul> <img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Coronavírus, o mundo nunca mais será o mesmo <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Espiritismo e Física Quântica</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Evidências da reencarnação</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Um novo amanhecer</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Crianças em casa. O que fazer?</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Incapacidade e Espiritismo</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Diário de um médico espírita</p> </ul> <p><br /><br /> Clique na imagem ao lado para ler a edição de abril.<br /> <br /><br /> O acesso é livre a todos os visitantes do site.<br /> <br /><br /> <br /><br /> <br /><br /> <br /></p> <p><b>EDITORIAL</b></p> <p><b>Abrindo as janelas para um novo amanhecer</b></p> <div align="justify"> Nos últimos dias, não foram poucas as vezes que nos deparamos com vídeos nas redes sociais mostrando vozes solidárias embalando os ouvidos de vizinhos que, provavelmente, pouco falavam ou mal se conheciam. Palmas nas janelas das sacadas em momentos únicos, celebrados com intensidade, em vários cantos do mundo. Pessoas que antes não tinham tempo, pela correria de seus dias, trancafiados em seus apartamentos, têm buscado, de alguma forma, não se sentirem tão sozinhas. Cantam parabéns para um amigo que faz aniversário, promovem pequenas festas, happy hours, almoços, lanches e jantares, tudo on-line. Vivem experiências únicas e aprendem novas formas de não estarem só. <p>A verdade é que esse pequeno ser invisível nos tem feito voltar a enxergar as pessoas que estão ao nosso redor. Na família, vemos um movimento de retorno ao lar. Voltamos a estar juntos, a conversar, a fazer coisas que há tempos não fazíamos. Talvez uma oportunidade, do ponto de vista reencarnacionista, de resolver temas inacabados e diferenças, por meio do reconhecimento das virtudes,<br /> como a paciência, a generosidade e a gratidão.</p> <p>Um movimento crescente de solidariedade também vem despontando. Na comunicação, jornais e emissoras abriram suas plataformas em prol das notícias, tão importantes neste momento, pessoas criaram movimentos de ajuda aos vizinhos, principalmente idosos. Na semana do fechamento desta edição, vimos acelerar o movimento de ajuda aos mais carentes em nosso país, certamente os mais atingidos pelo isolamento social. Vamos ganhando, assim, a consciência sobre estarmos todos no mesmo barco e a necessidade de ajudarmos uns aos outros em prol do próximo mas de nós mesmos.</p> <p>O que será do nosso futuro? Hoje, ninguém tem essa resposta, mas o que todos temos a certeza é que este momento de introspecção nos fará refletir sobre o que somos e, principalmente, sobre o que de fato queremos ser e ter para nossas vidas. Não sabemos ainda por quanto tempo ainda viveremos essa experiência inédita em nosso planeta, mas certamente sairemos diferentes disso tudo. Esperamos que quando a porta das nossas casas voltar a se abrir, passemos a dar mais valor a tudo o que está a nossa volta e ajudemos a construir um mundo mais fraternal e mais justo para todos nós.</p></div> Tue, 07 Apr 2020 00:03:45 +0000 Editor 770 at http://www.folhaespirita.com.br/v2 Edição março de 2020 http://www.folhaespirita.com.br/v2/node/769 <p><a href="https://pt.calameo.com/read/000143697a9a5aa303dc6" target="blank"><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/capinhas/03-20.jpg" width="400" alt="FE de janeiro 2020" title="FE janeiro 2020" align="left" style="margin: 15px 15px 5px 0px" /></a><br /> <b>DESTAQUES DESSA EDIÇÃO</b></p> <ul> <img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Violência entre familiares, como explicar? <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Lições que o coronavírus nos traz</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Gravidez na adolescência pede ações</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> O pensamento como força criativa</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Correntes mentais e associações</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Diário de um médico-espírita</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Vizinhos unidos por uma vida mais feliz</p> </ul> <p><br /><br /> Se você é assinante da versão online, clique na imagem ao lado para ler a edição atual. <br /><br /> Se ainda não é assinante, <a href="http://www.feeditora.com.br/folha-espirita/promocao-de-aniversario-43-anos" target="blank">assine agora mesmo aqui e ganhe de brinde o livro <i>O Legado de Marlene Nobre</i>.</a><br /> <br /></p> <p><b>EDITORIAL</b></p> <p><b>Nossa homenagem às mulheres</b></p> <div align="justify"> O mês de março é sempre marcado por comemorações que enaltecem as mulheres, o que é muito justo, no entanto é extremamente triste que a celebração aconteça com dados alarmantes sobre feminicídio no país. A matéria publicada em 22 de fevereiro na Folha de S.Paulo nos apresenta números consolidados de 2019 e aponta um aumento de 7,2% no número de casos no Brasil. Ao nos depararmos com essa notícia, pensamos: quanto tempo ainda vamos demorar para amadurecermos como uma sociedade capaz de respeitar, valorizar e criar condições de igualdade entre homens e mulheres? <p>Em O livro dos Espíritos, a questão n.822 não nos deixa dúvidas ao questionar: “sendo iguais perante a lei de Deus, devem os homens ser iguais também perante as leis humanas? O primeiro princípio de justiça é este: não façais aos outros o que não quereríeis que vos fizessem. a) Assim sendo, uma legislação, para ser perfeitamente justa, deve consagrar a igualdade dos direitos do homem e da mulher? Dos direitos, sim; das funções, não. Preciso é que cada um esteja no lugar que lhe compete. Ocupe-se do exterior o homem e do interior a mulher, cada um de acordo com a sua aptidão. A lei humana, para ser equitativa, deve consagrar a igualdade dos direitos do homem e da mulher. Todo privilégio a um ou a outro concedido é contrário à justiça. A emancipação da mulher acompanha o progresso da civilização. Sua escravização marcha de par com a barbaria. Os sexos, além disso, só existem na organização física. Visto que os Espíritos podem encarnar num e noutro, sob esse aspecto nenhuma diferença há entre eles. Devem, por conseguinte, gozar dos mesmos direitos”.</p> <p>Dados estarrecedores como os divulgados na Folha de S.Paulo mostram o quanto ainda estamos distantes de vivenciarmos valores morais em que a igualdade possa ser uma realidade, o que seria um passo fundamental para que a barbárie da violência não continuasse em uma escalada de crescimento.</p> <p>Não nos faltam exemplos na literatura espírita de trajetórias de amor que nos emocionam e inspiram na aquisição de valores espirituais e nos demonstram claramente que no mundo espiritual a vivência do amor que essas almas grandiosas empregaram em suas vidas prosseguem para toda a eternidade. Cabe-nos a cada dia mais lutarmos para que os valores cristãos possam se fazer presentes em nossa sociedade, estimulados em nossos lares, nossos locais de trabalho e nos ambientes acadêmicos, para que seja reconhecido e valorizado o papel das mulheres em nossa sociedade.</p> <p>O mundo de regeneração que certamente avançaremos só será uma realidade quando formos capazes de compreender que somos todos irmãos, independentemente de sexo, raça, cor ou credo. Registramos nossa sincera homenagem a todas as mulheres, nossas genitoras, que tanto fizeram por nós, que desempenharam papéis marcantes em nossa sociedade e no Movimento Espírita. </p></div> Mon, 09 Mar 2020 17:38:43 +0000 Editor 769 at http://www.folhaespirita.com.br/v2 Edição de fevereiro 2020 http://www.folhaespirita.com.br/v2/node/768 <p><a href="https://pt.calameo.com/read/000143697fc6fe2e70dcc" target="blank"><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/capinhas/02-20.jpg" width="400" alt="FE de janeiro 2020" title="FE janeiro 2020" align="left" style="margin: 15px 15px 5px 0px" /></a><br /> <b>DESTAQUES DESSA EDIÇÃO</b></p> <ul> <img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Em momento de transição, jovens se comprometem com a evolução moral do planeta <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Equilíbrio da mente e do pensamento</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Há um trabalho esperando por cada um de nós</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> O caso Ruytemberg Rocha</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> O futuro a Deus pertence</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Dinâmica da empatia</p> <p><img src="http://www.folhaespirita.com.br/v2/imgs/setinha3.gif" /> Síndrome de déficit de natureza</p> </ul> <p><br /><br /> Se você é assinante da versão online, clique na imagem ao lado para ler a edição atual. <br /><br /> Se ainda não é assinante, <a href="http://www.feeditora.com.br/folha-espirita/promocao-de-aniversario-43-anos" target="blank">assine agora mesmo aqui e ganhe de brinde o livro <i>O Legado de Marlene Nobre</i>.</a><br /> <br /></p> <p><b>EDITORIAL</b></p> <p><b>Sem amadurecimento moral, desigualdade social prevalecerá</b></p> <div align="justify"> Em 20 de janeiro, tivemos acesso ao último relatório da confederação filantrópica Oxfam, que mostra que a desigualdade se perpetua. O fato que merece destaque é que, além das desigualdades sociais, as informações analisadas trouxeram um recorte mostrando que a desigualdade se aprofunda em relação aos gêneros, em que podemos ver, por exemplo, que mulheres e meninas são sobrecarregadas com uma responsabilidade desproporcional pelo trabalho de cuidados e com menos oportunidades econômicas. Segundo o estudo, a desigualdade econômica está fora de controle, pois, em 2019, 2.153 bilionários tinham mais patrimônio do que 4.6 bilhões de pessoas. O presidente da Oxfam Índia, Amitabh Behar, faz um alerta: “Nossas poucas economias estão enchendo os bolsos de bilionários e grandes empresas às custas de homens e mulheres comuns”. <p>Diante disso, perguntamos: qual seria o caminho? Todos os dias vemos governos do mundo todo entoando um mantra eterno que tem como base o crescimento econômico como forma de reduzir a desigualdade, ou seja, deve-se impulsionar a produção e o consumo para que a máquina possa gerar mais renda e mais empregos, tudo isso impulsionado por um cenário que obriga a uma única saída: crescer e crescer mais. Além da pesquisa, a Oxfam faz referência a uma pesquisa do Banco Mundial que nos alerta que diminuir a desigualdade teria um efeito maior na redução da pobreza extrema do que no crescimento econômico. Behar afirma: “A análise mostra que se os países reduzissem a desigualdade de renda em 1% a cada ano, 100 milhões a menos de pessoas estariam vivendo em extrema pobreza em 2030”.</p> <p>O bilionário Bill Gates é um dos defensores de que os bilionários paguem mais imposto, incluindo ele mesmo. O fundador da Microsoft acredita que aumentar os impostos dos mais ricos seria a solução para diminuir a desigualdade social. Segundo ele, a desigualdade está crescendo, e a distância entre as menores e maiores riquezas nos EUA é muito maior do que era 50 anos atrás: “Eu fui desproporcionalmente compensado pelo trabalho que fiz, enquanto muitos que trabalham tão duro quanto eu enfrentam dificuldade para se manter”.</p> <p>O benfeitor Emmanuel nos orienta sobre isso na questão n. 55 do livro O Consolador, no brilhante capítulo sobre sociologia, respondendo à seguinte questão com foco nas necessárias transformações de nosso mundo: “A desigualdade verificada entre as classes sociais, no universo dos bens terrenos, perdurará nas épocas do porvir? A desigualdade social é o mais elevado testemunho da verdade da reencarnação, mediante a qual cada Espírito tem sua posição definida de regeneração e resgate. Nesse caso, consideramos que a pobreza, a miséria, a guerra, a ignorância, como outras calamidades coletivas, são enfermidades do organismo social, devido à situação de prova da quase generalidade dos seus membros. Cessada a causa patogênica com a iluminação espiritual de todos em Jesus Cristo, a moléstia coletiva estará eliminada dos ambientes humanos”.</p> <p>Ao nos depararmos com mais um relatório como esse da Oxfam, não podemos nos furtar de que as mudanças do porvir necessariamente necessitam de uma verdadeira transformação nos valores humanos. É necessário que possamos nos conscientizar que o equilíbrio deve ser uma realidade, e não uma busca obsessiva por um crescimento econômico, em que bilhões de pessoas continuam a ser pressionadas para que poucos possam ter suas fortunas ainda maiores.</p> <p>Não temos dúvidas de que mudanças como essas são essenciais para que possamos adentrar ao Mundo de Regeneração, onde provaremos que os valores do Espírito prevaleceram perante as ambições da matéria.</p> </div> Thu, 27 Feb 2020 22:22:39 +0000 Editor 768 at http://www.folhaespirita.com.br/v2