Amizade – Meimei, psicografia de Chico Xavier

Retrato da educadora Meimei
Meimei, pseudônimo da educadora Irma de Castro Rocha

Amigos foi a titulação mais expressiva que Jesus destacou do vocabulário para definir os companheiros. Isso naturalmente ocorreu porque nenhum de nós consegue realizar algo sem amigos que comunguem concretizar os próprios anseios. Meimei reuniu neste trabalho uma formosa coleção de seus próprios apontamentos, para que venhamos a saber o que ela conheceu dos emissários do Cristo. Já que não podemos comprar doses de coragem, comprimidos de paciência, adquirir frascos de esperança ou injeções de fé nas instituições do mundo, aqui são oferecidos conhecimentos em frases despretensiosas e simples, para prosseguirmos na construção do caminho de união e paz que nos religará ao Pai Celestial.

“Corações difíceis a conduzir, calvários domésticos, searas de esperança, oficinas de beneficência e apostolados no bem, são tarefas que a Sabedoria Divina poderia executar claramente sem ti, no entanto, quis Deus a tua cooperação nas obras da sublimação e do progresso, a fim de que venhas a desenvolver nesse esforço as tuas qualidades divinas. Por mais constrangedoras as circunstâncias, serve e segue adiante. Onde te encontres e como te encontres, recorda que Deus conta contigo, tanto quanto contas com Deus” (Meimei).

Leia também: Folha Espírita Edição Especial – Centenário de Chico Xavier

Fonte

Amizade, Meimei, psicografia de Chico Xavier.

Podcast Folha Espírita – Lições de Sabedoria – capítulo 8 – Sexo e Responsabilidade – Educação e Família

Próximas Matérias

Quem faz?