COP 26: jovens cobram ações concretas contra as mudanças climáticas

Jovens ativistas

Jovens ativistas do mundo inteiro se preparam para a realização da Conferência das Partes das Nações Unidas (COP 26) sobre mudanças climáticas. Considerado o mais importante tema desde a assinatura do Acordo de Paris, em 2015, o evento está marcado para o início de novembro em Glasgow, na Escócia.

A marcha dos jovens em Milão ocorreu no contexto do encontro Youth4Climate. A convite da prefeitura local, mais de 400 ativistas de 190 países cobraram ações efetivas contra o aquecimento global. “Acredito fortemente que temos muito o que aprender com suas ideias, sugestões e liderança. E a pressão de vocês é, na verdade, muito bem-vinda. A mobilização de vocês tem sido poderosa e podem ter certeza: estamos ouvindo”, disse o primeiro-ministro italiano, Mario Draghi.

Jovens empreendedores

O empreendedor normalmente busca um sentido para a sua vida, e através do trabalho com grandes empresas pode mudar a vida de diversas pessoas, ou seja, pensamentos e ideias que podem ajudar a sociedade nos problemas urbanos, sociais, de saúde ou educacionais.

Entre os jovens empreendedores no Brasil, podemos destacar o caso de Eduardo Lyra. Edu Lyra, como é conhecido, nasceu em 1988, na periferia da cidade de Guarulhos, segunda maior cidade do estado de São Paulo. Com três anos de idade, teve sua casa destruída por uma tempestade. Ainda na infância, seu pai foi preso por porte de arma, assalto a banco e formação de quadrilha. Após 20 anos, ele foi solto e ingressou no mercado de trabalho. Foi sua mãe quem lhe deu suporte no período. Além de fazer com que o filho estudasse, ela o incentivou para participasse de projetos voluntários. Segundo Lyra, ela dizia: “Filho, não importa de onde você vem, mas sim, pra onde vai”. Após encerrar o Segundo Grau, ele ingressou no curso de jornalismo da Universidade de Mogi das Cruzes, contudo não chegou a concluir.

Objetivo era se dedicar a projetos sociais

Em 2011, Lyra publicou o livro Jovens Falcões. Para divulgar a obra, ele palestrou em escolas públicas do estado de São Paulo. Foi no período que surgiu a ideia de criar uma ONG. É fundador e CEO do Instituto Gerando Falcões, desde 2013.

O que é um CEO

CEO é a sigla inglesa de Chief Executive Officer, que significa diretor executivo em português. CEO é a pessoa com maior autoridade na hierarquia operacional de uma organização. É o responsável pelas estratégias e pela visão da empresa.

Conheça o projeto Gerando Falcões e um pouco mais sobre Eduardo Lyra

Gerando Falcões é uma organização voltada para promoção social de pessoas da periferia. organização social sem fins lucrativos voltada à promoção social de crianças e adolescentes através do esporte e cultura. O grupo ainda atua na capacitação profissional de jovens e adultos para o mercado. O objetivo principal de Lyra é que a inciativa cause impacto em todo o país.

https://www.istoedinheiro.com.br/o-elon-musk-da-favela/

O grande diferencial do projeto

O grande diferencial daquele projeto foi se espelhar em modelos de sucesso existentes na iniciativa privada. Um conceito pouco utilizado por entidades do mesmo tipo. Outra mudança em sua gestão foi a busca por parcerias com grandes empresários do país, no qual, além do aporte financeiro, o empreendedor social buscava a troca de experiências.

“Não à toa o modelo de gestão da Ambev é repetido dentro da organização, sendo que Lemann é um dos grandes parceiros do negócio. Se tornando uma pessoa com ‘entrada’ no mercado, Lyra conseguiu investimento para repetir o Gerando Falcões em mais 10 comunidades espalhadas pelo Brasil, o que atingiria mais de 18 mil famílias. Contudo, o objetivo principal de Lyra é que o projeto se torne a maior rede de institutos sociais do mundo. Fazendo assim com que a desigualdade social se torne algo cada vez menor no Brasil.”

Premiações de Eduardo Lyra

A trajetória de Lyra à frente do Gerando Falcões lhe rendeu uma série de premiações. Entre as principais, estão a condecoração do Fórum Econômico Mundial, que colocou Lyra como um dos 15 jovens brasileiros que tem potencial de mudar o mundo, fazendo parte do Global Shapers. Ele também está na lista da Forbes das 30 pessoas mais influentes do Brasil com menos de 30 anos. Lyra recebeu ainda o prêmio Jovem Empreendedor do Ano dado pelo Lide e figura entre os “Rebeldes com Causa” da grife Reserva.

Características fundamentais dos jovens empreendedores

1. Percepção para oportunidades

Um empreendedor precisa ter uma percepção aguçada e observar recursos escassos na sua região, que não estejam sendo devidamente explorados ou até mesmo que não tenham sido alvo da atenção de ninguém. Dessa forma, ele cria uma boa fonte de oportunidade de negócio. Criar é entender o que já existe e o que pode melhorar.

2. Comprometimento

Para criar o seu novo negócio, é importante ser responsável e totalmente comprometido com seus ideais, é necessário acreditar que sua empresa vai ter muito sucesso, portanto fazer sacrifício pessoal ou esforço extraordinário para completar uma tarefa; manter os clientes satisfeitos e colocar a manutenção do cliente a longo prazo acima do lucro a curto prazo são fundamentais para alcançar esse perfil.

3. Busca de informações

Ninguém no mundo tem todas as informações ou é dono do conhecimento supremo, portanto estudar e compartilhar ideias é uma necessidade. Empreendedores correm atrás de como fabricar um produto ou prestar um serviço; consultam especialistas para obter assessoria técnica ou comercial, investigam informações sobre os clientes, fornecedores e concorrentes. Frequentam também eventos e cursos para melhorar seu potencial intelectual e seu networking.

4. Estabelecem metas

Definir aonde queremos chegar dentro de um espaço de tempo pode mostrar claramente se estamos indo na direção correta. Todos os empreendedores têm metas de longo prazo, normalmente os sonhos mais complexos e de significado pessoal, mas estabelecer as metas de curto prazo facilita na correção do trajeto longo ou nas alterações necessárias para o desenvolvimento do produto ou serviço. É importante ser objetivo para ter sucesso.

5. Tomar boas decisões

Qualquer modelo de negócio exige tomada de decisões, desde o momento que a ideia nasce até os primeiros clientes cadastrados. Escolher o que deve ser realizado traz diversos riscos, mas precisa acontecer para a criação das “coisas novas”.

Um estudo realizado a respeito do processo de tomada de decisão concluiu que os empreendedores decidem com base em expectativas, mais do que em fatos reais. Esse fator explica o motivo pelo qual o empreendedor decide criar uma empresa ou uma inovação tecnológica em que, muitas vezes, é difícil definir o mercado e efetuar estimativas razoáveis de vendas. Portanto, você pode ser jovem, escolher um caminho diferente de todos e, mesmo assim, acertar.

Fontes

Emissoras: CNN e Rede Globo de Televisão.

France Press/Estado de São Paulo/Folha de São Paulo

FRANCO, Jheine Oliveira Bessa; GOUVÊA, Josiane Barbosa. A cronologia dos estudos sobre empreendedorismo. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, v. 5, n. 3, 2016.

LYRA, Eduardo. Jovens Falcões: o espírito transformador da juventude brasileira. São Paulo: Editora Novo Século, 2012.

MARTIN, Roger; OSBERG, Sally. Stanford Social Innovation Review.

Revista Nova Escola.

Site Brasil Escola.

Próximas Matérias

Quem faz?