Corpúsculos espirituais

Nas principais propriedades da matéria psi, consideramos educativo conduzir para o domínio prático comportamental algumas das contribuições do autor, como sejam:

1. Capacidade de vivificar a matéria física.

A partir da união dos dois gametos (óvulo e espermatozoide) constituindo a célula ovo, inicia-se a embriogênese, dando origem e formação ao novo ser vivo. O processo se desenvolve pelo acoplamento da matéria psi, que compõe a alma, na interação a nível atômico, com a matéria física. O agente modelador, como formulado por Hernani Guimarães Andrade, no Modelo Organizador Biológico (MOB), passa a presidir, a partir dessa interação toda, a diferenciação celular orgânica em funções inteligentes a desempenhar na vida. Santuário de automatismos direcionados na preservação da integridade desse organismo e da sua saúde, tudo em defesa da nova experiência reencarnatória.

Não podemos deixar de considerar a magnitude e beleza desse processo, enriquecido no transcurso de milênios, obra Divina a movimentar-se harmoniosamente nesse maravilhoso universo celular, cada uma em trabalho cooperativo, obediente aos impulsos das ondas mentais da individualidade que as integra, seja na preservação saudável pelos cuidados a que atende, ou nas anomalias pelos viciamentos permanentes.

2. Ser suscetível de sofrer a influência modeladora do pensamento organizado.

Vamos entender que o pensamento organizado exerce uma influência modeladora na matéria psi. Como isso se dá? Que potencial ideoplástico tem os nossos pensamentos? E ainda quando organizados, ou concentrados num foco, numa direção? Nosso mestre Andrade abre, desse modo, o entendimento de que a nossa alma, espírito encarnado, constituída de matéria psi, é sensível e passível de sofrer em suas estruturas sutis, assim admitidas, efeitos decorrentes dos nossos pensamentos. Vejamos a importância desse postulado. Para nossa compreensão, o pensamento se propaga por ondas: de altas frequências, com maior alcance e penetração; de baixas frequências, de menor alcance e menor penetração.

Quais seriam os pensamentos de altas frequências? Certamente aqueles que vibram com sentimentos de maiores intensidades, diríamos: compaixão, bondade, mansuetude, renúncia, paciência, calma, solidariedade ativa, todas expressões do amor.

E os pensamentos de frequências baixas? Já podemos imaginar, aqueles mais pesados, que nos deprimem, nos derrubam, entristecem, são eles: ódio, vingança, inveja, orgulho, ciúme, intolerância, tristeza, violência, todos derivados das expressões do egoísmo.

Então concluímos: os pensamentos de altas frequências nos levam a estados emocionais de alegria, otimismo, confiança, fé, esperança, de bem com a vida, altruísmo, autoestima, todos saudáveis, harmoniosos, que só contribuem para nosso bem-estar, nossa saúde, para os estados elevados da alma, que se ilumina e irradia amor, em sintonia com iguais padrões de almas, em vida física, ou emancipadas nos planos espirituais.

Leia +: O mundo psi e suas dimensões

Agora, os predominantes neste orbe são os de baixas frequências, que nos levam a horríveis e sofríveis estados emocionais, como: apatias, angústias, desespero, inconformação, estresse, ansiedades, depressões, desamor a vida, desestímulo, alcoolismo, drogadição, que só causam padecimentos, enfermidades graves, perturbações, desequilíbrios e afinizações com almas desalentadas desencarnadas, em planos densos dos umbrais.

Podemos avaliar as deformações que as estruturas sutis das matérias psi individualizadas podem sofrer, provocadas pela persistência dessas baixas frequências, a permanecerem aprisionadas pelas próprias energias transfiguradas em verdadeiros monstros astrais, a demandarem demorados transes em experiências de retornos reencarnatórios com seus membros atrofiados.

3. Capacidade de transmitir, receber e acumular informação.

A matéria psi individualizada como agente gerador de correntes mentais, além de transmitir, como fonte emissora de ideias e pensamentos, igualmente as pode captar, num processo de comunicação e permuta, como de memorizar, retendo e, progressivamente, acumulando conteúdos informacionais, que vão se enriquecendo por níveis de conhecimento e inteligência.

Leia +: A natureza da alma

Inestimável apoio encontramos em André Luiz, autor espiritual, no livro psicografado por Francisco Candido Xavier e Waldo Vieira, Mecanismos da mediunidade (2017). No capítulo 4, “Matéria mental”, encontramos vários comentários alusivos à “matéria mental”, que equivale à “matéria psi”, na nomenclatura usada pelo dr. Hernani.“Nos fundamentos da Criação vibra (se propaga por ondas) o pensamento imensurável do Criador e sobre esse plasma vibra o pensamento mensurável da criatura, a constituir-se no vasto oceano de força mental em que os poderes do Espírito se manifestam.”

O autor espiritual afirma que o pensamento é alicerce vivo de todas as realizações nos planos físico e espiritual. “Entretanto, ele ainda é matéria, a matéria mental, em que as leis de formação das cargas magnéticas ou dos sistemas atômicos prevalecem sob novo sentido, compondo o maravilhoso mar de energia sutil em que todos nos achamos submersos e no qual surpreendemos elementos que transcendem o sistema periódico dos elementos químicos conhecidos no mundo.”

Esses elementos químicos na “quarta dimensão”, no mar de “energia sutil”, nosso mestre Andrade os chamou de “psiátomos” ou “psipartículas”. Segue André Luiz:“Temos, ainda aqui, as formações corpusculares, com bases nos sistemas atômicos em diferentes condições vibratórias, considerando os átomos, tanto no plano físico, quanto no plano mental, como associações de cargas positivas e negativas”. André Luiz denomina esses “corpúsculos espirituais” de: “núcleos, protões, neutrões, positrões, eletrões, ou fotônios metais”.

Hernani Guimarães Andrade construiu um modelo do “átomo psi” concebendo suas partículas constituintes de qualidades características aos seres vivos, interagindo com as partículas dos átomos que formam os conhecidos elementos químicos da tabela periódica. Dr. Hernani admitiu como fundamentais as seguintes propriedades dos seres vivos:

  • Vida: manifestação da motilidade, alimentação, crescimento, reprodução, dos fenômenos físicos, químicos e orgânicos.
  • Percepção-memória: propriedade de perceber e registrar as informações recebidas internas do próprio organismo, como externas do meio ambiente.
  • Inteligência-consciência: faculdade de responder acertadamente às informações captadas pela percepção-memória.

Essas três propriedades comuns aos seres vivos podem se manifestar em grandezas diversas, múltiplas inteiras de um quantum indivisível, como unidade básica de cada uma delas:

  • quantum de vida;
  • quantum de percepção-memória;
  • quantum de inteligência-consciência.

A cada componente quântico corresponde uma partícula psi, capaz de possuir, isoladamente, tais propriedades elementares próprias. Para identificar as três referidas “psipartículas”, “corpúsculos espirituais”, o autor propôs os seguintes nomes:

  • bion – corresponde à vida;
  • percepton – corresponde à percepção-memória;
  • intelecton –-corresponde à inteligência-consciência.

Assim, nos afirma Andrade, “como a matéria física participa da composição dos objetos que observamos em nosso mundo material, a matéria psi é a substância de que são feitos os Espíritos e demais seres ou objetos do mundo espiritual”.

No próximo artigo, trataremos das características de cada “corpúsculo espiritual” e do “Modelo do Psiátomo”.

Referências

ANDRADE, H. G. PSI quântico: uma extensão dos conceitos quânticos e atômicos à ideia do Espírito. São Paulo: Pensamento, 1986.

LUIZ, A. (Espírito). Mecanismos da mediunidade. Psicografado por Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira. Brasília, DF: FEB, 2017.

Próximas Matérias

Quem faz?