AMIGO FOLHA ESPÍRITA

Você pode ajudar a divulgação da Doutrina. Colabore com a Folha Espírita e faça a sua parte

Quero Contribuir

ir

ir

ir

ABRIL/2024

ir

MARÇO/2024

ir

FEVEREIRO/2024

ir

JANEIRO/2024

ir

DEZEMBRO/2023

ir

NOVEMBRO/2023

ir

OUTUBRO/2023

ir

SETEMBRO/2023

ir

AGOSTO/2023

ir

JULHO/2023

ir

JUNHO/2023

ir

MAIO/2023

ir

ABRIL/2023

ir

MARÇO/2023

ir

FEVEREIRO/2023

ir

JANEIRO/2023

ir

DEZEMBRO/2022

ir

NOVEMBRO/2022

ir

OUTUBRO/2022

ir

SETEMBRO/2022

ir

AGOSTO/2022

ir

JULHO/2022

ir

JUNHO/2022

ir

MAIO/2022

ir

ABRIL/2022

ir

MARÇO/2022

ir

FEVEREIRO/2022

ir

JANEIRO/2022

ir

DEZEMBRO/2021

ir

NOVEMBRO/2021

ir

OUTUBRO/2021

ir

SETEMBRO/2021

ir

AGOSTO/2021

ir

JULHO/2021

ir

JUNHO/2021

ir

MAIO/2021

ir

ABRIL/2021

ir

MARÇO/2021

ir

FEVEREIRO/2021

ir

JANEIRO/2021

ir

DEZEMBRO/2020

ir

NOVEMBRO/2020

ir

OUTUBRO/2020

ir

Filme que conta a história do médium José Arigó chega à Netflix

Já está disponível na Netflix o filme Predestinado, que conta a história de aprendizado, amor e fé de José Pedro de Freitas, o José Arigó (interpretado pelo ator Danton Mello), médium que auxiliou milhares de pessoas na cidade de Congonhas entre os anos de 1950 e 1960.

Em meio aos desafios de sua mediunidade, exercitou a cura – como interlocutor do Espírito Dr. Fritz –, superando obstáculos diários como ofensas, dúvidas, até mesmo a prisão, se apoiando na família e na fé para seguir adiante.

Lançado em 2022, o filme dirigido por Gustavo Fernandez em parceria da Imagem Filmes, Paramount Pictures e Moonshot Pictures, contou com apoio da FEB Cinema em sua divulgação. Fazem parte do elenco Danton Mello, Juliana Paes, Marcos Caruso, Alexandre Borges e Cássio Gabus Mendes.

Assista ao trailer.

Quem foi Arigó

José Pedro de Freitas, conhecido como Zé Arigó (Danton Mello), era um homem simples que residia em Congonhas, Minas Gerais, juntamente com sua esposa Arlete (Juliana Paes). Na década de 1950, época em que o Espiritismo não era amplamente conhecido e respeitado no país, Arigó se tornou um símbolo de esperança por meio de suas cirurgias e curas espirituais.

Após enfrentar dores de cabeça, insônia e visões, Arigó começou a ouvir vozes e sonhar com Adolph Fritz, um médico alemão que havia desencarnado durante a Primeira Guerra Mundial. Inicialmente relutante em aceitar a influência desse Espírito, Arigó acabou cedendo e passou a dedicar-se às cirurgias espirituais. Apesar da desaprovação da Igreja Católica e das autoridades civis, Arigó passou a atender em Congonhas (MG), onde chegava a tratar gratuitamente até duzentas pessoas por dia.

O médium chegou a ser preso por sete meses, em 1961, por exercício ilegal da profissão. Um dos seus casos mais conhecidos de cura foi o do senador Carlos Alberto Lúcio Bittencourt, que teve um tumor cancerígeno mortal retirado de suas costas por Arigó enquanto dormia.

Próximas Matérias