AMIGO FOLHA ESPÍRITA

Você pode ajudar a divulgação da Doutrina. Colabore com a Folha Espírita e faça a sua parte

Quero Contribuir

ir

ir

ir

ABRIL/2024

ir

MARÇO/2024

ir

FEVEREIRO/2024

ir

JANEIRO/2024

ir

DEZEMBRO/2023

ir

NOVEMBRO/2023

ir

OUTUBRO/2023

ir

SETEMBRO/2023

ir

AGOSTO/2023

ir

JULHO/2023

ir

JUNHO/2023

ir

MAIO/2023

ir

ABRIL/2023

ir

MARÇO/2023

ir

FEVEREIRO/2023

ir

JANEIRO/2023

ir

DEZEMBRO/2022

ir

NOVEMBRO/2022

ir

OUTUBRO/2022

ir

SETEMBRO/2022

ir

AGOSTO/2022

ir

JULHO/2022

ir

JUNHO/2022

ir

MAIO/2022

ir

ABRIL/2022

ir

MARÇO/2022

ir

FEVEREIRO/2022

ir

JANEIRO/2022

ir

DEZEMBRO/2021

ir

NOVEMBRO/2021

ir

OUTUBRO/2021

ir

SETEMBRO/2021

ir

AGOSTO/2021

ir

JULHO/2021

ir

JUNHO/2021

ir

MAIO/2021

ir

ABRIL/2021

ir

MARÇO/2021

ir

FEVEREIRO/2021

ir

JANEIRO/2021

ir

DEZEMBRO/2020

ir

NOVEMBRO/2020

ir

OUTUBRO/2020

ir

Qualidade de vida: por que ela é tão importante para todos nós

Quando assumimos projetos de atendimento a crianças e jovens em vulnerabilidade social, buscamos o atendimento integral, ou seja, parâmetros que afetam a vida humana: bem-estar físico, mental, psicológico e emocional, relacionamentos sociais, como família e amigos, e também saúde e educação. Todos tendo como objetivo a qualidade de vida.

Segundo o site Significados, “Qualidade de vida indica o nível das condições básicas e suplementares do ser humano”, já “padrão de vida é uma medida que quantifica a qualidade e quantidade de bens e serviços que determinada pessoa ou grupo pode ter acesso”.

Reproduzimos, na sequência, a elucidativa explicação desse site sobre esse tema:

Existe um método científico utilizado para medir a qualidade de vida das pessoas. Por exemplo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) elaborou um questionário para verificar o nível da qualidade de vida dos diferentes grupos sociais, de diferentes países e culturas. Esse questionário é composto por seis domínios centrais: o físico, o psicológico, o do nível de independência, o das relações sociais, o do meio ambiente e o dos aspectos religiosos.

O IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) é um modo de medir a qualidade de vida nos países, comparando a riqueza, a qualidade do processo de alfabetização, a educação, a expectativa média de vida, o índice de natalidade e mortalidade, entre outros fatores. Qualidade de vida foi um conceito criado pelo economista John Kenneth Galbraith, em 1958, que veicula uma visão diferente das prioridades e efeitos dos objetivos econômicos de tipo quantitativo.

De acordo com este conceito, as metas político-econômicas e sociais não deveriam ser perspectivadas tanto em termos de crescimento econômico quantitativo e de crescimento material do nível de vida, mas, sim, de melhoria em termos qualitativos das condições de vida dos homens. Porém, isso só seria possível por meio de um melhor desenvolvimento de infraestrutura social, ligado à supressão das disparidades, tanto regionais como sociais, à defesa e conservação do meio ambiente etc.

Para garantir uma boa qualidade de vida, deve-se ter hábitos saudáveis, cuidar bem do corpo, ter uma alimentação equilibrada, relacionamentos saudáveis, ter tempo para o lazer e vários outros hábitos que façam o indivíduo se sentir bem. Essas ações acarretam boas consequências para o indivíduo, que passa a usar o humor para lidar com situações de estresse, e fazer com que sinta que tem controle sobre sua própria vida.

Se a educação tem como principal função preparar os alunos para a vida em toda a sua amplitude (física, cognitiva, cultural e socioemocional), as escolas adquirem o dever de contribuir para a qualidade de vida das crianças por meio de uma abordagem cotidiana, integrada e transversal.

A qualidade de vida na educação vai ainda além da combinação alimentação saudável e ensino de qualidade. Atividades de suporte, manutenção e infraestrutura, realizadas também por uma equipe especializada e bem treinada, podem garantir o bom andamento das outras áreas e incrementar a integração na instituição.

Em relação ao trabalho, segundo o site Significados:

O conceito da qualidade de vida aplicado no mercado de trabalho (QVT é a sigla de Qualidade de Vida no Trabalho), significa mensurar o nível de satisfação do profissional em comparação à função desempenhada em determinada empresa, ou seja, o modo como este está posicionado e é reconhecido dentro da sua entidade empregatícia. Existem vários métodos para propiciar um aumento do desenvolvimento das relações humanas no âmbito do trabalho, seja na área gerencial, na infraestrutura, na saúde etc.

No que se refere à saúde, de acordo com o mesmo site, “Geralmente, saúde e qualidade de vida são dois temas muito relacionados, uma vez que a saúde contribui para melhorar a qualidade de vida dos indivíduos e esta é fundamental para que um indivíduo ou comunidade tenha saúde”.

Do mesmo modo, a “qualidade de vida também está relacionada com os hábitos alimentares. Ter uma alimentação saudável e equilibrada é muito importante para o bem-estar de um indivíduo. Quando o organismo recebe as quantidades ideais dos nutrientes e vitaminas que precisa, a sua saúde fica equilibrada e, consequentemente, a sua qualidade de vida melhora”.

Ao iniciarmos projetos de atendimento vamos rever e analisar o que realmente queremos, quais os nossos objetivos principais. Lembrando o escritor espírita Amilcar del Chiari (2016):

[…] qualidade de vida não se refere apenas às coisas materiais, que proporcionam uma vida melhor, mas também à qualidade espiritual da vida. Viver com medo, descrente da bondade de Deus, órfão dessa maravilhosa coisa que se chama fé, é muito doloroso. Lutem pelo direito de todos terem o suficiente para viver com dignidade, mas sempre que o mal imponha o desequilíbrio, tenhamos a coragem de dar o primeiro passo para instalar a serenidade, o amor, a humildade e a paciência, para assim garantirmos novamente a harmonia do bem.

A qualidade de vida se concretiza, também, ao cumprirmos os nossos deveres, sem aspirar nada mais que a tranquilidade da consciência. Realizando o bem, nos isentamos do mal. Para a qualidade de vida material, precisamos de coisas que nos tranquilizem, que constituam um patrimônio. Porém, para que tenhamos qualidade espiritual, verificaremos que a segurança íntima, reside em nós mesmos, assim como a paz também é patrimônio nosso.

Referências

A QUALIDADE de vida na escola é fundamental para reforçar o aprendizado. Educação, 8 set. 2016. Disponível em: https://revistaeducacao.com.br/2016/09/08/qualidade-de-vida-na-escola-e-fundamental-para-reforcar-o-aprendizado/#:~:text=A%20qualidade%20de%20vida%20na%20educa%C3%A7%C3%A3o%20vai%20ainda%20al%C3%A9m%20da,incrementar%20a%20integra%C3%A7%C3%A3o%20na%20institui%C3%A7%C3%A3o. Acesso em: 30 jul. 2023.

ALMEIDA, Carlos. O Brasil no final do século XX: um caso de sucesso. Revista Dados v. 41, n. 4, 1998.

CHIARI, Amilcar Del. Qualidade de vida. Portal do Espírito, 2016.  Disponível em: https://espirito.org.br/artigos/qualidade-de-vida/. Acesso em: 30 jul. 2023. QUALIDADE de vida. Significados [2023?]. Disponível em: https://www.significados.com.br/qualidade-de-vida/. Acesso em: 30 jul. 2023.

Próximas Matérias