AMIGO FOLHA ESPÍRITA

Você pode ajudar a divulgação da Doutrina. Colabore com a Folha Espírita e faça a sua parte

Quero Contribuir

ir

ir

ir

ABRIL/2024

ir

MARÇO/2024

ir

FEVEREIRO/2024

ir

JANEIRO/2024

ir

DEZEMBRO/2023

ir

NOVEMBRO/2023

ir

OUTUBRO/2023

ir

SETEMBRO/2023

ir

AGOSTO/2023

ir

JULHO/2023

ir

JUNHO/2023

ir

MAIO/2023

ir

ABRIL/2023

ir

MARÇO/2023

ir

FEVEREIRO/2023

ir

JANEIRO/2023

ir

DEZEMBRO/2022

ir

NOVEMBRO/2022

ir

OUTUBRO/2022

ir

SETEMBRO/2022

ir

AGOSTO/2022

ir

JULHO/2022

ir

JUNHO/2022

ir

MAIO/2022

ir

ABRIL/2022

ir

MARÇO/2022

ir

FEVEREIRO/2022

ir

JANEIRO/2022

ir

DEZEMBRO/2021

ir

NOVEMBRO/2021

ir

OUTUBRO/2021

ir

SETEMBRO/2021

ir

AGOSTO/2021

ir

JULHO/2021

ir

JUNHO/2021

ir

MAIO/2021

ir

ABRIL/2021

ir

MARÇO/2021

ir

FEVEREIRO/2021

ir

JANEIRO/2021

ir

DEZEMBRO/2020

ir

NOVEMBRO/2020

ir

OUTUBRO/2020

ir

Filme sobre as Irmãs Fox começa a ser rodado no Rio de Janeiro

Começaram em 6 de novembro as filmagens da nova produção sobre as pioneiras do espiritualismo, as Irmãs Fox. Escrito e dirigido por Wagner de Assis, o longa é produzido pela Cinética Filmes com coprodução da Star Original Productions e distribuição pela Star Distribution. O filme conta a trajetória das três mulheres americanas que tiveram um importante papel na origem do Moderno Espiritualismo Ocidental. Katherine (Kate) Fox, Leah Fox e Margaret (Maggie) Fox são conhecidas, principalmente, pelas “mesas girantes” – um fenômeno da natureza mediúnica amplamente difundido na Europa e nos Estados Unidos e iniciado em 31 de março de 1848 por uma das irmãs.

Na foto, Jamie, Sionne e Marie reproduzem a clássica foto de Leah, Maggie e Kate Fox (Crédito: Ique Esteves)

“Há uma relevância enorme em ver como, desde aqueles tempos, temos algumas coisas que não mudam: as mulheres pioneiras, um mundo em busca de respostas para suas questões mais profundas – de onde viemos, para onde vamos, qual o sentido de nossas vidas – assim como erros e acertos com questões espirituais”, comenta o diretor Wagner de Assis. “Vamos filmar o início do que o escritor Arthur Conan Doyle batizou de ‘uma invasão organizada’ dos Espíritos. Só que essa invasão teve um preço que resulta na incrível história épica dessas mulheres. O filme é, também, uma retratação histórica que destaca o valor e esforço delas por uma causa humana e espiritual em função de um mundo melhor”, completa.

Kate, Leah e Maggie Fox serão interpretadas pelas atrizes americanas Jamie Hughes, Sionne Elise e Marie Mchugh, respectivamente. As filmagens ocorrem nos interiores de casarões do Rio de Janeiro/RJ que remetem à época do filme, e os exteriores serão rodados em fazendas e cidades antigas dos Estados Unidos.

Próximas Matérias