AMIGO FOLHA ESPÍRITA

Você pode ajudar a divulgação da Doutrina. Colabore com a Folha Espírita e faça a sua parte

Quero Contribuir

ir

ir

ir

ABRIL/2024

ir

MARÇO/2024

ir

FEVEREIRO/2024

ir

JANEIRO/2024

ir

DEZEMBRO/2023

ir

NOVEMBRO/2023

ir

OUTUBRO/2023

ir

SETEMBRO/2023

ir

AGOSTO/2023

ir

JULHO/2023

ir

JUNHO/2023

ir

MAIO/2023

ir

ABRIL/2023

ir

MARÇO/2023

ir

FEVEREIRO/2023

ir

JANEIRO/2023

ir

DEZEMBRO/2022

ir

NOVEMBRO/2022

ir

OUTUBRO/2022

ir

SETEMBRO/2022

ir

AGOSTO/2022

ir

JULHO/2022

ir

JUNHO/2022

ir

MAIO/2022

ir

ABRIL/2022

ir

MARÇO/2022

ir

FEVEREIRO/2022

ir

JANEIRO/2022

ir

DEZEMBRO/2021

ir

NOVEMBRO/2021

ir

OUTUBRO/2021

ir

SETEMBRO/2021

ir

AGOSTO/2021

ir

JULHO/2021

ir

JUNHO/2021

ir

MAIO/2021

ir

ABRIL/2021

ir

MARÇO/2021

ir

FEVEREIRO/2021

ir

JANEIRO/2021

ir

DEZEMBRO/2020

ir

NOVEMBRO/2020

ir

OUTUBRO/2020

ir

Servir: a melhor maneira de preencher o vazio da vida

Existe um tema recorrente não somente no seio da Doutrina Espírita e de outras religiões, até as mais antigas, que continua atual, ganhando espaço cada vez maior nos ensinamentos filosóficos e na ciência médica, principalmente nas áreas focadas na saúde mental dos indivíduos. Estamos falando do servir, que significa o espírito de serviço, inspirado no Evangelho de Jesus em diversas passagens. Em Lucas 22:27, Jesus diz: “Entre vós sou como aquele que serve”; e em Mateus 20:26-27, nosso Mestre fala: “Todo aquele que quiser entre vós fazer-se grande seja vosso serviçal; e, qualquer que entre vós quiser ser o primeiro, seja vosso servo”.

Se tivéssemos consciência da importância do “servir” para o bem-estar pessoal e social em nossas vidas, não hesitaríamos em ensinar e exemplificar o espírito de serviço para as nossas crianças desde o berço. Ao contrário do que muitos desavisados e/ou presunçosos pensam, servir não é se tornar subserviente, se rebaixar ou se humilhar. Servir é exatamente o contrário, pois aquele que serve enobrece sua existência. Faz a diferença para as outras pessoas, contribui para que tudo seja melhor à sua volta. Não importa o tamanho do seu serviço, estará sempre agregando valor a tudo por onde passa.

Isso não ocorre com aquele que não serve, que prefere se pautar pelo dito popular, que faz trocadilho com a prece dominical. “Venha a nós e ao vosso reino nada”, já ouviram isso? Pois é, esses subtraem, retiram sugam, escasseiam.

Tudo serve na natureza, silenciosamente, e o resultado são as mudanças, as metamorfoses que dão vida e fortaleza a tudo o que existe. Nosso corpo é formado por células e outros tantos corpúsculos responsáveis pelo pleno funcionamento do organismo, resistindo aos sacrifícios que impomos a ele. Existimos por obra de Deus, que não cessa de servir. E se não ruímos ainda enquanto civilização, deve-se ao serviço contínuo e amoroso de tantos que escolheram servir na obra de Deus.

Recentemente, ouvi e depois li um poema de Gabriela Mistral, perfeitamente coerente com a mensagem que compartilho com vocês:

O prazer de servir

Toda a natureza é um serviço.

Serve a nuvem, serve o vento, serve a chuva.

Onde haja uma árvore para plantar, plante-a você;

Onde haja um erro para corrigir, corrija-o você;

Onde haja um trabalho e todos se esquivam, aceite-o você.

Seja o que remove a pedra do caminho,

O ódio entre os corações e as dificuldades do problema.

Há a alegria de ser puro e a de ser justo;

mas lá, sobretudo, a maravilhosa, a imensa alegria de servir.

Que triste seria o mundo, se tudo se encontrasse feito,

se não existisse uma roseira para plantar, uma obra a se iniciar!

Não o chamem unicamente os trabalhos fáceis.

É muito mais belo fazer aquilo que os outros recusam.

Mas não caia no erro de que somente há mérito

nos grandes trabalhos;

há pequenos serviços que são bons serviços:

adornar uma mesa, arrumar seus livros, pentear uma criança.

Aquele é o que critica; este é o que destrói; seja você o que serve.

O servir não é faina de seres inferiores,

Deus que dá os frutos e a luz, serve.

Seu nome é: AQUELE QUE SERVE!

Ele tem os olhos fixos em nossas mãos

e nos pergunta cada dia: SERVIU HOJE? A QUEM?

À ARVORE? A SEU IRMÃO? À SUA MÃE?

Lindo! É importante ter em mente que não existe uma escala de valores de menos ou mais importante. Todo e qualquer serviço executado de boa vontade contribui na construção e com o equilíbrio do todo, preenchendo divinamente todos os espaços vazios de nossas vidas.

Referência

MISTRAL, Gabriela. O prazer de servir. 2018. Disponível em: https://www.tudoepoema.com.br/gabriela-mistral-o-prazer-de-servir/#:~:text=Serve%20a%20nuvem%2C%20serve%20o,esquivam%2C%20aceite%2Do%20voc%C3%AA.  Acesso em: 30 jul. 2023.

Próximas Matérias